Excelência é a profundidade no Estar

Janice Gonçalves

18 de março de 2021

Blog do Grupo Bridge

Desenvolvimento humano, transformação cultural e inovação.
Compartilhe este artigo:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
sobre a importância da presença

Você já fez essa conta? –Metas + Processos + Pessoas = Resultados.

Imagino que sim!

Principalmente se lembrarmos que uma habilidade muito requisitada da liderança é agir com excelência para que a conta feche e o negócio seja impactado positivamente. E esse resultado geralmente deriva de um esforço coletivo entre lideranças e times.

Assim, a excelência está intimamente conectada com qualidade que empenhamos para garantir a entrega de resultados. O empenho dessa qualidade pode ver visto por diversas perspectivas, mas, por agora, convido você a lançar o olhar à excelência pela perspectiva da qualidade da presença, isto porque a profundidade no estar traz melhores direcionamentos, equaliza os esforços e aproveita melhor as oportunidades.

Na prática isso significa ter e garantir que tenham maior atenção às atividades que estejam definidas como estratégicas, decididas como prioridade ou combinadas com os objetivos propostos. Isso evita que você perca a cabeça e o coração nas diversas demandas diárias que brotam feito água de nascente, sem usar filtros ou critérios.

Portanto, a conta não é quantitativa e sim qualitativa!

A profundidade no estar tende a nos levar a outro patamar de excelência, principalmente quando conseguimos explorar ao máximo essas 03 capacidades, acredito eu, inatas em qualquer pessoa:

Capacidade de aprofundar-se em si mesmo: diz respeito à capacidade de nos desconectarmos do ambiente externo e entrarmos em contato com o nosso interior. Assim, a gente entende e controla nossos próprios sentimentos e emoções para podermos entrar em estado de flow, ou seja, mantermos uma concentração profunda. Quando exploramos essa capacidade na prática, conseguimos minimizar as distrações externas e manter a performance, alcançando assim os resultados desejados.

Capacidade de aprofundar-se no outro: se refere a atenção que a pessoa dá às pessoas próximas, incluindo a disponibilidade para ouvir, observar e se relacionar. Quando acessamos essa frequência somos capazes de inspirar, potencializar as habilidades e desenvolver as competências das pessoas, fazendo com que estas também alcancem seus objetivos e potenciais.

Capacidade de aprofundar-se no ambiente: significa prestar atenção ao contexto ao qual estamos inseridos, nas informações que o mesmo oferece e nas possibilidades que ele disponibiliza. Uma vez acionada, é esta capacidade que nos leva a traçar estratégias assertivas, desenvolver novos projetos e resolver problemas com maior facilidade.

Como ocorre com qualquer capacidade, estas três também podem ser aprendidas e aperfeiçoadas. Mas, isso exige de você a intenção de dar o primeiro passo, que é decidir estar, manter presença para fluir no aqui e agora e ser o protagonista da situação.

Para tomar essa decisão, basta refletir sobre que tipo de pessoa você: daquelas que faz ou que tanto faz?

ESCRITO POR

Janice Gonçalves

Tia coruja do Gustavo e da Larissa, minha rotina é construir a lógica das coisas e transformar em soluções. Fora isso, meu negócio é viajar, conhecer gente e um bom rock’n roll.

Artigos Recentes

Grupo Bridge 2021 © Todos os Direitos Reservados – GB Design Team
small_c_popup.png

Receba nossas notícias

Bridge News