INTENÇÕES POSITIVAS IMPORTAM PARA A COERÊNCIA ÉTICA

Celso Braga

2 de julho de 2021

Blog do Grupo Bridge

Desenvolvimento humano, transformação cultural e inovação.
Compartilhe este artigo:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

“O caminho desejado tem obstáculos que, de alguma forma, são previsíveis”.

Celso Braga

 

Todas as suas intenções são percebidas, mesmo que você não seja explícito sobre elas. As pessoas percebem suas incoerências bem como suas coerências éticas a todo momento. Não precisam que a sua liderança seja perfeita, mas precisam que seja intencionalmente positiva.

 

Começar com um objetivo nobre, que faça com que sua liderança seja percebida como tendo o desejo de construir algo bom para todos, é fundamental. Claro que isto acontecerá se você realmente estiver conectado com algo maior que si mesmo. Lideranças egocentradas não conseguem ser coerentes na hora de comunicar que aquilo que desejam será realmente bom para todos.

 

Conversando com uma diretora de uma grande empresa, ela me disse que se sentia pressionada por ter que entregar resultados, ter que saber todas as respostas tanto na visão do grupo que lidera quanto na visão de sua presidência. Por causa de tanta cobrança, começou a repassar ao grupo uma pressão ainda maior do que ela mesma precisava entregar. Esta desconexão criou uma vibração negativa no ambiente. O ponto positivo é que, ao perceber isso, passou a refletir comigo sobre seu desejo de mudar a situação.

 

Ao procurar uma nova harmonia, uma sintonia com algo melhor para o grupo, as vibrações passaram a ser mais coerentes com o que era compreendido como bom para todos e, assim, a ética coletiva se estabeleceu, gerando maior confiança de que as pessoas e o grupo importavam.

Mas, cuidado: A busca intencional por algo melhor não pode começar intensa demais. É preciso ir absorvendo ações aos poucos, pois é necessária uma certa graduação que leva a um caminho percebido como seguro para todos. Este erro de querer que as coisas aconteçam rápido demais é cometido constantemente pela liderança, mas é importante ter a clareza de que a pressa não vai ajudar a chegarem onde desejam.

 

O ritmo das intenções precisa estar livre de paixões, precisa seguir um caminho um tanto mais equilibrado, colocando a inteligência racional no mesmo patamar de importância que a inteligência emocional.

 

É fundamental que você saiba que a natureza não dá saltos, você pode olhar um futuro excepcional para todos, pode ter a melhor intenção e vontade de levar a todos nesta direção, contudo os receios e paixões precisam ficar um pouco de lado para dar lugar a tranquilidade, segurança na jornada, e na proposta de um crescente de coisas boas.

 

Quando se trata de ética, de um ambiente moralmente promissor e seguro, se fala de algo que é cultivado ao longo do caminho, se fala de algo que depende de todos e não só da liderança. Se trata também de ter a confiança de que a liderança seja guia, luz e direção, e não uma corrente que aprisiona. É por isto que a intenção importa tanto em conteúdo quanto em forma.

 

O ambiente ético, seguro e harmonioso não acontece caoticamente, ao acaso, e sim de acordo com o que está na intenção da liderança, na sua mente, naquilo que ela quer para o bem dos seus grupos, sendo assim moldado nas relações e nas intenções de todos.

 

Você, enquanto liderança, possivelmente viverá oscilações e precisa agir para minimizar as influências destas, já que não há modo de eliminá-las. Quando consegue fazer as pessoas ampliarem seu olhar sobre o que é melhor para todos, sobre o senso de responsabilidade com o todo, você diminui o impacto destas oscilações nas intenções, tanto suas quanto do grupo. Se deseja construir um futuro melhor para todos, então mude as “causas” hoje!

 

A coerência ética é influenciada pelas intenções que você dá ao futuro. As consequências de tudo que faz tem relação com as suas escolhas hoje.

 

Como liderança, você deve honrar suas verdades com práticas que sejam coerentes, lutar pela expressão de um ambiente seguro, ético e continuamente em construção por e para todos.

 

Amplie o conhecimento das pessoas sobre as coisas que envolvem todos na construção do ambiente que desejam e, então, perceba como ficarão confiantes e seguros para superar os obstáculos e, ou, dificuldades.

 

Vamos às dicas sobre como gerar intenções positivas e práticas que tornem o ambiente seguro:

1 – Faça uma lista de suas intenções para o grupo e compartilhe com ele;

2 – Envolva as pessoas em ações que possibilitem-nas alcançar ou ser o que desejam, e fale sobre as dificuldades do caminho, explique que falhas acontecerão, todavia precisam ser absorvidas e superadas;

3 – Celebre gradualmente a melhora e a evolução de todos, sem exceção.

 

Conte com o DUX, um ambiente para seu autodesenvolvimento. Realize a primeira etapa gratuita e construa sua missão de desenvolvimento. Uma experiência completa espera por você, acesse www.desenvolva-se.com, e conte conosco para te ajudar!

ESCRITO POR

Celso Braga

O Celso é um obstinado sonhador e realizador. Sócio-diretor do Grupo Bridge, é casado com a Adriana, pai do Lucas e do Mateus. Adora olhar pra frente e construir o futuro.

Artigos Recentes

Liderança e Autodesenvolvimento

Nossos Vieses – Parte 02

Blog do Grupo Bridge Desenvolvimento humano, transformação cultural e inovação.Compartilhe este artigo: Share on facebook Share on twitter Share on

Leia mais »
Liderança e Autodesenvolvimento

Nossos Vieses – Parte 01

Blog do Grupo Bridge Desenvolvimento humano, transformação cultural e inovação.Compartilhe este artigo: Share on facebook Share on twitter Share on

Leia mais »
Grupo Bridge 2021 © Todos os Direitos Reservados – GB Design Team
small_c_popup.png

Receba nossas notícias

Bridge News