NA VIDA, TODA TRAGÉDIA PODE SER UMA OPORTUNIDADE.

Celso Braga

24 de março de 2021

Blog do Grupo Bridge

Desenvolvimento humano, transformação cultural e inovação.
Compartilhe este artigo:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp


“A vida é uma mistura de triunfo e tragédia”.
J.F. Keneddy

Tudo que escapa aos nossos planos e expectativas pode ser considerado uma tragédia. O que não quer dizer que não seja algo importante para o nosso aprendizado.

Toda transformação inesperada na sociedade, nas pessoas ou mesmo no ambiente é, de alguma forma, trágica aos nossos sonhos. Mesmo assim, somos capazes de sobreviver e ir além.

Com certeza, algum filme ou série que você adora possui essa fórmula: um herói ou heroína em busca de algo, mas ao longo da história vai ocorrendo em seu caminho uma sucessão de tragédias e/ou acidentes, levando o personagem a aprender e a chegar em um determinado ponto de sua vida onde está mais forte, resistente, capaz. Assim como nas tragédias gregas, essas narrativas também imitam de alguma forma a nossa própria vida.

Isso porque está em nossa natureza imaginar o amanhã melhor que hoje, onde projetamos nossos sonhos, e desejamos que nossos planos e ações nos levem para além do que somos hoje. Assim, a vida se desenrola e seguimos procurando ser cada vez melhores e, com isso, tornarmos nossa vida melhor.

Ao confrontarmos nossos planos com as sucessões de obstáculos e tragédias, a narrativa da nossa vida cotidiana nos coloca em movimento, tornando tais empecilhos e barreiras fontes de oportunidade e aprendizado para elevação das nossas potencialidades.

Um amigo meu me contou que estava tendo dificuldades na pandemia, seu negócio não tinha mais clientes, ou os poucos que tinha não lhe conferiam a possibilidade de seguir com a empresa, ao mesmo tempo me confessou que tinha algumas ideias para algo novo e que havia se colocado a estudar como viabilizar para empreender em outra área. Veja como o sofrimento com a tragédia possibilitou com que ele conseguisse, simultaneamente, alargar seu potencial e se reinventar em algo completamente novo.

Então, ao perceber as transformações sociais receba-as como um convite para melhorar o seu plano, para ser melhor ou ir além, através de uma nova perspectiva.

Mudar o que optou por realizar e adotar novas práticas, não são ações ruins, pelo contrário, te levarão ainda mais próximo de seu destino.

Talvez por caminhos diferentes, mas com certeza ainda mais relevantes ao seu desejo e/ou ideal.

O que você idealiza para sua vida é diferente do que você é hoje ou das condições necessárias para se realizar este ideal.

Isto te traz a oportunidade de aprender algo novo, de ser diferente, de adotar caminhos diferentes. Mas, para isso, é necessário que você demonstre abertura às transformações que a narrativa da vida irá impor.

De alguma forma a habilidade para reconhecer as transformações sociais e aproveitá-las para o seu próprio crescimento e para crescimento dos outros foi classificada como uma das dez habilidades que te tornam uma pessoa mais influente. O motivo, claro, é que isto torna você mais capaz de evoluir, realizar seus objetivos com os outros em uma jornada que te ajuda a ir além de suas experiências atuais.

Você precisa observar o mundo tal como ele é, fazer correlações entre o que vê e o que tem dentro de si para, então, ser agente de transformação, primeiro de si mesmo e depois dos outros.

Ao ser uma pessoa que enfrenta e resolve problemas, você pergunta se poderia fazer melhor o que faz, se poderia enfrentar desafios maiores e se pode ser alguém melhor. Estas inquietações te levam a aproveitar as oportunidades ao seu redor.

Vendo por essa perspectiva, a tragédia te ajuda a perceber e imaginar um mundo melhor, você mesmo sendo melhor, os outros também atingindo suas potencialidades. É por isto que ela é tão importante na sua experiência de vida, pois te faz agir para melhorar suas habilidades, ultrapassar seus próprios limites e se (re)construir como modelo e inspiração para todos poderem avançar em suas potencialidades.

Como experimentar o seu potencial diante das transformações e mudanças sociais?
1 – Estabeleça os seus alvos para ser quem deseja e olhe quais planos tem para chegar lá;
2 – Reflita sobre o quão distante você está de quem ou do que você quer ser;
3 – Olhe para o que o momento está lhe trazendo de obstáculos, e escolha quais mudanças em seus planos poderiam ser feitas com base nisso, considere-as para que a mudança de caminho seja construída por você.

Conte com o DUX, assistente de desenvolvimento para seguir em frente. Realize a primeira etapa gratuita e construa sua missão de desenvolvimento. Participe também dos grupos no telegram e receba insights perfeitos para serem colocados em prática, além de dicas personalizadas todo mês.
www.desenvolva-se.com para saber mais.

ESCRITO POR

Celso Braga

O Celso é um obstinado sonhador e realizador. Sócio-diretor do Grupo Bridge, é casado com a Adriana, pai do Lucas e do Mateus. Adora olhar pra frente e construir o futuro.

Artigos Recentes

Sem classificação

Entre o real e o necessário

Blog do Grupo Bridge Desenvolvimento humano, transformação cultural e inovação.Compartilhe este artigo: Share on facebook Share on twitter Share on

Leia mais »
Liderança e Autodesenvolvimento

Nossos Vieses – Parte 02

Blog do Grupo Bridge Desenvolvimento humano, transformação cultural e inovação.Compartilhe este artigo: Share on facebook Share on twitter Share on

Leia mais »
Liderança e Autodesenvolvimento

Nossos Vieses – Parte 01

Blog do Grupo Bridge Desenvolvimento humano, transformação cultural e inovação.Compartilhe este artigo: Share on facebook Share on twitter Share on

Leia mais »
Grupo Bridge 2021 © Todos os Direitos Reservados – GB Design Team
small_c_popup.png

Receba nossas notícias

Bridge News