UM NOVO DESAFIO PEDE PARA ROMPER COM O ANTIGO E IR ALÉM

Celso Braga

20 de outubro de 2020

Blog do Grupo Bridge

Desenvolvimento humano, transformação cultural e inovação.
Compartilhe este artigo:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

De nada adianta dar uma resposta antiga para os novos desafios. Se o desejo é achar novos resultados, ou caminhos diferentes para conseguir chegar a novos patamares de produtividade e inovação, precisamos ir além.

Romper com o que é antigo em nosso modo de agir, em nosso comportamento e nos negócios é um grande desafio. Quando pensamos em romper já nos vem à mente algo traumático, algo bruto e agressivo soando de muitas formas como um sofrimento.

Por outro lado, o romper de uma semente significa dar vida a algo novo e maravilhoso. Romper com seus velhos hábitos pode significar renascer, refazer o caminho com outros olhos e dar respostas novas para os novos desafios e, melhor, dar respostas novas para o que já fizemos várias vezes antes, mas sem sucesso!

A forte disposição para romper, brotar e ir além em nossos limites é sem dúvida uma questão de crenças pessoais, psicológicas, de que temos ou que precisamos adquirir novas capacidades se quisermos nos manter prontos para qualquer desafio.

Ir além é algo muito especial na esfera do desenvolvimento humano e, consequentemente, na esfera empresarial. Toda vez que vamos além e rompemos com o antigo, aumentamos nossas potencialidades, nossas capacidades e melhoramos de forma integral.

É por isso que o exercício empresarial de evoluir tem relação direta com a vontade das pessoas de ir além dos seus limites. Afinal, pode-se viver por anos e anos fazendo mais do mesmo e seguindo uma tradição com passos firmes e seguros, só que cada vez menos esta fórmula atende os reais desafios dos dias atuais.

Em mais de trinta anos trabalhando com empresas e desenvolvendo pessoas, pude observar que só quando há um desejo real de romper barreiras, onde se trabalha um comportamento genuíno de ir além, é que surgem as grandes viradas, pois é das grandes reflexões e da mudança no comportamento e no desejo das pessoas que surgem as mais belas histórias de superação.

Porém, neste caminho de estimular a eficiência, de estimular a produtividade e efetividade é preciso estabelecer novos limites também. Ir além significa ter alto nível de confiança, de autoconfiança, e satisfação por aprender aquilo que é diferente e novo. E não se trata de desprezar tudo que é antigo e sim de acrescentar novos patamares no nosso desejo.

Empresas que estão em transformação cultural, seja porque estão em um caminho de aquisições, sejam porque querem expandir suas capacidades conquistando novos mercados, precisam de pessoas capazes de ir além.

Sim, a vontade de comandar o futuro existe, desde que a pessoa se torne consciente de que pode mais. Quando saímos do modo “fazer o mesmo” para obter novos resultados, buscando novas respostas, ações e aprendizados, encontramos o sucesso.

E você, em que modo está?

ESCRITO POR

Celso Braga

O Celso é um obstinado sonhador e realizador. Sócio-diretor do Grupo Bridge, é casado com a Adriana, pai do Lucas e do Mateus. Adora olhar pra frente e construir o futuro.

Artigos Recentes

Artigos

“O papel do RH na regeneração das organizações”

O mundo dos negócios deixou de ser linear e passou a ser visto como interligado, cada vez mais complexo e com velocidade acelerada das transformações, onde não temos mais respostas prontas para todas as questões e desafios que surgem de forma incessante

Leia mais »
Autodesenvolvimento

Uma dose de curiosidade para ir além

Você pode construir novos caminhos, ter novas ações e realizar coisas espetaculares indo além, fazendo o que outros não fizeram, mas precisa ser curioso para isto.

Leia mais »
Grupo Bridge 2020 © Todos os Direitos Reservados – GB Design Team
small_c_popup.png

Receba nossas notícias

Bridge News