VALORIZAR O PODER DE REALIZAÇÃO DAS PESSOAS É FUNDAMENTAL.

Celso Braga

16 de fevereiro de 2021

Blog do Grupo Bridge

Desenvolvimento humano, transformação cultural e inovação.
Compartilhe este artigo:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

“Cuidado, responsabilidade e respeito são mutuamente interdependentes”
Erich Fromm.

Bons influenciadores, bons líderes, bons pais ou boas pessoas em geral tratam com respeito o potencial de realização das pessoas. E o que é este tratar com respeito? É dar a cada um o desafio que expanda suas capacidades, aumente sua responsabilidade com o fazer, com as entregas e com tudo que está ao redor desta pessoa.

Os líderes, os pais e os influenciadores de modo geral são lembrados por serem exigentes quanto ao uso das capacidades de quem querem o bem. Os pais não deveriam exigir menos dos filhos, assim como os líderes não deveriam exigir menos dos seus liderados, pois ao tratá-los como “mais capazes” estão lhes dando o melhor da condição humana: o respeito e a confiança de que são capazes de ir além!

Ao fazer os outros menores, confiando menos nas suas capacidades de realização você está os desumanizando, dizendo a eles, de muitas formas, que não são capazes.

Ao valorizar o poder de realização das pessoas você torna o ambiente um lugar melhor para se viver, trabalhar ou ser relacionar. E isso gera ganhos substanciais na expansão das capacidades de todos, tornando suas tarefas ou papéis mais efetivos. O que é difícil neste ponto é acertar a “dosagem”, ou seja, conseguir observar se você pode estar exigindo demais das pessoas, forçando além de suas capacidades num tempo no qual elas não se apresentam com prontidão para o tipo e/ou tamanho do desafio apresentado.

Apenas para clarificar o raciocínio, vamos supor que eu tenha filhos pequenos. Só de observá-los eu tenho clareza de que não posso cobrar que assumam cargas de responsabilidades atribuídas a um adulto pleno. Então, preciso ajustar esta exigência para que seja um desafio maior do que eles estão acostumados, mas não impossível de ser realizado.

Em um diálogo com um grupo de líderes, eles me disseram que receberam a tarefa de moldar as estratégias da área e desejavam realmente dar conta disso. Mas, algumas das mudanças eram estruturais e dependiam de decisões de investidores de fora da empresa, por isso não sabiam por onde começar. Bem, eles podem ir além e criar estratégias para uma direção já dada, todavia não podem decidir ou criar estratégias para um futuro no qual decisões ainda não foram tomadas.

Pense que você pode exigir mais e dar mais autonomia para as pessoas, empoderá-las para realizarem e entregarem grandes porções de desafios. Porém, quando se trata do novo é preciso decidir antes, dialogar sobre quais condições enfrentarão para, então, criar passos que os permitirão ir, aos poucos, aumentando a quantidade de realização a ser entregue. Feito isto, saiba valorizar o poder de realização das pessoas, todos têm como ir além quando a dose do desafio é bem ajustada.

Você pode fazer as pessoas evoluírem sempre se você também estiver cuidando de sua própria evolução. Afinal, ainda não descobrimos o limite máximo em que é possível parar de desenvolver as capacidades humanas. Então, ao desenvolver, valorizar e reconhecer o poder de realização de outros, eles também poderão reconhecer sua capacidade de desenvolvê-los cada vez mais.

Dicas práticas para valorizar o poder de realização das pessoas.
Três fundamentos:
1 – Estabeleça desafios para cada um, sabendo onde estão e qual o próximo desafio que esticará as suas capacidades, sempre com algo possível;
2 – Ajude as pessoas em seus passos evolutivos, quem ensina também aprende e, se o outro realiza, você se realiza;
3 – Valorize cada passo da evolução das pessoas, não deixe para valorizar só no final.

Conte com o DUX, assistente de desenvolvimento para seguir em frente. Realize a primeira etapa gratuita e construa sua missão de desenvolvimento. Participe dos grupos no telegram e receba insights perfeitos para serem colocados em prática, além de dicas personalizadas todo mês.

ESCRITO POR

Celso Braga

O Celso é um obstinado sonhador e realizador. Sócio-diretor do Grupo Bridge, é casado com a Adriana, pai do Lucas e do Mateus. Adora olhar pra frente e construir o futuro.

Artigos Recentes

Grupo Bridge 2021 © Todos os Direitos Reservados – GB Design Team
small_c_popup.png

Receba nossas notícias

Bridge News